terça-feira, maio 25, 2010

Autismo angariou fundos na Feira do Livro de Coimbra

Na edição 2010 da Feira do Livro de Coimbra, que ontem terminou, houve por lá uma banca “diferente” de todas as outras. Não teve livros em exposição, mas lápis, molduras, dominós, entre outros. Mas, então, o que lá esteve a fazer? A exemplo do que já tem feito noutros locais da cidade, a Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e do Autismo (APPDA) promoveu uma campanha de angariação de fundos para concretizar os projectos que tem em mente.

A candidatura à medida 6.12 do Programa Operacional de Potencial Humano (POPH) para a construção de uma residência autónoma para autistas foi aprovada e contemplada com 75 por cento do custo total, ou seja, com 150 mil euros. Agora, a APPDA está focada no amealhar de 50 mil euros para completar a verba necessária para arrancar, ainda este ano, com a obra em Cruz de Morouços, na freguesia de Santa Clara. A residência autónoma será a primeira do género em toda a região Centro.

Desde 16 de Abril, dia do início da edição deste ano da Feira do Livro, a população tem mostrado ser «solidária». «Coimbra aderiu e contribuiu», lançaram, em forma de agradecimento, Joana Pires e Daniela Santana, da APPDA de Coimbra, informando que a casa acolherá cinco residentes, já sinalizados, que durante o dia farão a sua vida normal, embora, no regresso a casa, encontrem técnicos para os apoiar. A pequena casa, adquirida pela associação, vai ser adoptada para cumprir todas as normas legais de uma residência autónoma.

A APPDA de Coimbra, que acompanha 36 pessoas, assume a existência de uma carência mais grave na região Centro: um lar residencial para grandes incapacitados, a quem pais e familiares esgotados possam confiar a vigilância e o apoio dos seus filhos com autismo. A estrutura de lar é uma ambição antiga, foi já projectada para um terreno em Travanca do Mondego, no concelho de Penacova, recebeu aprovação em termos técnicos e financeiros, mas não chegou a obter dotação de verba comunitária.

Sem comentários:

Enviar um comentário