quarta-feira, dezembro 16, 2009

Associação Portuguesa de Autismo

Este natal, todos juntos podemos fazer a diferença!
Emissão especial de natal, a SIC ajuda algumas instituições mais carenciadas...

3 comentários:

  1. o meu irmão tem autismo, encontrei isto:
    https://youtu.be/JWK1wM_GfZg

    ResponderEliminar
  2. o meu irmão tem autismo, encontrei isto:
    https://youtu.be/JWK1wM_GfZg

    ResponderEliminar
  3. Exmo. (a) Senhor (a),
    Antes de mais, agradeço a atenção dispensada.
    Sou a Tânia Ramos, tenho 26 anos e licenciei-me em Artes Digitais e Multimédia na ESAD (Escola Superior de Artes e Design), curso que concluí em 2010. Posteriormente, frequentei o Mestrado em Design Gráfico e Projetos Editoriais na FBAUP (Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto), que concluí em 2015. Tenho experiência profissional de 6 anos na elaboração de Webdesign e Design Gráfico.
    No decorrer do meu mestrado, criei um projeto intitulado “Aprende com o Xico e a Ilda”, tendo desenvolvido desde o conceito às personagens, logótipo e quaisquer elementos gráficos. As escolhas dos materiais utilizados, a divulgação e promoção na internet bem como os respetivos testes de produto foram concretizados por mim, tendo tido neste último passo o auxílio da associação Vencer Autismo, que gentilmente se disponibilizou.
    O público-alvo são as crianças dos quatro aos sete anos, mas conseguimos também captar a atenção das crianças fora desta faixa etária. Além de poder ser utilizado pelas crianças em geral, tivemos especial atenção para que fosse bem-sucedido em crianças com perturbações do espectro do autismo. Nos testes elaborados, conseguimos ainda detetar que poderia ser uma boa ferramenta para crianças com outro tipo de limitações (por exemplo, crianças com deficiência motora, nomeadamente a paralisia nos membros superiores - uso de magnetos facilita o seu manuseio). A definição desta faixa etária justifica-se por ser o início da socialização, a formação dos primeiros grupos em ambiente escolar e as limitações que as crianças portadoras de autismo encontram neste universo. Os jogos elaborados respondem a uma problemática relevante na vida das crianças, que é a realização das rotinas diárias. Os objetos simples despertam a atenção, a vontade de interagir e a exploração de diferentes estímulos.
    Com este projeto, pretendemos dar resposta à ausência de oferta didática adequada ao uso por crianças com perturbações do espectro do autismo, que sirva como ferramenta de inclusão e que seja de manuseamento fácil e versátil. Sendo que trabalha temas das rotinas diárias, pode também criar bases para estimular a parte cognitiva, a lógica, as capacidades motoras e o raciocínio.
    Pode-se concluir que este jogo é uma mais-valia na vida de qualquer criança por várias razões: versatilidade de uso, podendo ser manuseado no chão, na parede ou em movimento; os seus materiais são estimulantes e resistentes; a escolha de cores, as formas e as personagens (menino/menina) associados ao tema das rotinas permitem uma aproximação à realidade de forma simplificada. Fazendo antever verdadeiros momentos de diversão, as crianças aprendem as rotinas diárias enquanto brincam, sendo uma excelente ferramenta para estimular os mais novos. Após resumir o meu projeto, gostaria de poder apresentá-lo de modo a chegar ao maior número de crianças, pais e educadores possível, transmitindo que é uma ferramenta ideal para aplicar em ambiente familiar e escolar, promovendo a inclusão e facilitando o dia-a-dia das crianças. Estou na fase de procura de vias que permitam o arranque do meu jogo e/ou realização de parcerias para ajudar a lançar este produto no mercado. Acredito que a vossa ajuda seria fundamental para promoção e divulgação do meu jogo, no que toca a perspetivas futuras.

    Despeço-me com os meus melhores cumprimentos,
    Tânia Ramos
    Coordenadora de projeto
    www.aprendecomoxicoeailda.com

    ResponderEliminar